Governo de Minas divulga Nota Técnica N°15/2022

Governo de Minas divulga Nota Técnica N°15/2022

(31) 2104-3000

26 de abril

Diante do atual cenário da pandemia de Covid-19, o Governo do Estado de Minas Gerais publicou a Nota Técnica Nº15/2022, com orientações para as práticas odontológicas que foram pautadas conforme as atuais evidências científicas acerca da Covid-19. 

A Odontologia está dentre as práticas profissionais que precisam readequar os processos de trabalho com o objetivo de evitar a propagação do vírus. Barreiras de segurança como os protocolos clínicos e de organização de serviço, manuais de normas e rotinas, procedimentos operacionais padrão e fluxogramas, estão entre das principais práticas seguras nos serviços de saúde, pois padronizam as condutas das equipes de saúde bucal e tornam os processos de trabalho mais seguros para os profissionais e pacientes.

O objetivo é orientar as equipes de saúde bucal, gerentes/coordenadores dos serviços e os gestores municipais de saúde para avaliação e definição dos procedimentos e fluxos para o atendimento odontológico, considerando as recomendações vigentes das autoridades de saúde pública nacional e locais e órgãos competentes.

Na Nota, é disposta orientações gerais; atendimento; pré-procedimento; controle de infecção; EPIs; paramentação e desparamentação; limpeza; tratamento de resíduos e responsabilização.

Leia a nota completa em: cro.mg/nota1522

Vale considerar o caráter dinâmico da pandemia e, assim, estas orientações podem mudar de acordo com novas condutas recomendadas pelo Ministério da Saúde e Órgãos Internacionais.

“Em nome da SES-MG, a Coordenação Estadual de Saúde Bucal de Minas Gerais agradece a parceria de todos que participaram do GT Biossegurança/CRO-MG na construção desse importante documento que se materializa como uma entrega para a sociedade com vistas a gerar valor para os usuários do SUS-MG! E seguimos juntos na defesa do SUS e no processo de melhoria do acesso e da qualidade do cuidado e da atenção em Saúde Bucal ofertados à população mineira”, destaca a Dra. Jacqueline Silva Santos, Membro da Câmara Técnica de Saúde Coletiva e da Comissão de Ética do CRO-MG.