CRO-MG se reúne com prefeito de Carmo da Cachoeira para discutir piso salarial

CRO-MG se reúne com prefeito de Carmo da Cachoeira para discutir piso salarial

(31) 2104-3000

25 de janeiro

Na luta pelo cumprimento do piso salarial do cirurgião-dentista no estado, o CRO-MG, por meio do presidente da Comissão Tomada de Contas, Dr. Leonardo Vilela, visitou a cidade de Carmo da Cachoeira, onde se reuniu com o prefeito, Hélcio Antônio Chagas, para discutir o piso salarial dos servidores da cidade.

“Compreendendo a situação, o prefeito se dispôs a discutir com o legislativo (câmara de vereadores) e com o departamento jurídico da prefeitura, propondo um aumento gradativo da remuneração dos profissionais da Odontologia. Assim que houver a reunião, retornará ao Conselho com a determinação. O CRO-MG tem acompanhado de perto todos os processos relacionados ao não cumprimento do piso salarial do cirurgião-dentista pelas prefeituras do estado. Em outubro, o presidente do CRO-MG, Dr. Raphael Castro Mota, foi até o Senado Federal e entregou em mãos para o suplente do senador Antônio Anastasia, Alexandre Silveira, um ofício para ser encaminhado ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, pleiteando a determinação do cumprimento do piso salarial em todas as prefeituras e órgãos públicos e já está marcando agenda com o Presidente do Senado e Congressistas para tratar da matéria”, analisa o Dr. Leonardo Vilela.

A Lei 3.999/61 determina que a remuneração do cirurgião-dentista seja equivalente a 03 (três) salários mínimos para uma jornada de 20 horas semanais, ou, por dedução lógica, 06 (seis) salários mínimos para uma jornada de 40 horas, conforme disposto nos arts. 5º, 8º e 22.

Se você tem conhecimento de infração à Lei 3.999/61, denuncie pelo e-mail: pisosalarial@cromg.org.br