Como prevenir os traumatismos dentários nas crianças durante a época das férias escolares

Como prevenir os traumatismos dentários nas crianças durante a época das férias escolares

(31) 2104-3000

13 de dezembro

Muito comuns à medida que o fim de ano e as férias escolares se aproximam, os traumatismos dentários nas crianças preocupam pais e familiares. Não são raras as idas de emergência ao cirurgião-dentista devido às intercorrências nesta época com brincadeiras envolvendo patins, skate e bicicleta. Além dos escorregões em escadas, no piso da cozinha ou no quintal, nos aguardados encontros com primos e amigos.

Pensando no assunto, o CRO-MG entrevistou a odontopediatra Dra. Ísis Maria Patto Carvalho e a ortodontista Dra. Marcela Carvalho, que igualmente alertam para o aumento dos casos nesta época. Veja como proceder, especialmente se seu filho ou filha utiliza aparelho ortodôntico.

Os casos de traumatismos dentários nas crianças aumentam de fato durante a época das férias escolares?

Dra. Ísis: De um modo geral, no período de férias escolares, os acidentes dentro e fora de casa são bastante comuns e os pais que muitas vezes não estão de férias, não podem acompanhar os filhos, que ficam cheios de ideias e muita agitação. Por isso, é importante estabelecer critérios disciplinares através de conversas sobre suas brincadeiras no dia a dia, para que acidentes sejam evitados. A prevenção de acidentes ainda é a melhor forma, pois um dente permanente traumatizado, pode ser um problema para o resto da vida. E as consequências para os dentes afetados podem variar desde uma pequena fratura no ângulo do dente até avulsão dentária, que é quando os dentes saem do seu alvéolo.

Como os pais e responsáveis devem agir diante do trauma dentário do filho? É importante buscar um atendimento odontológico de emergência?

Dra. Ísis: Sim, e quanto mais rápido, melhor. As condutas imediatas após um traumatismo dentário são muito importantes, são elas quem irão determinar o resultado e prognóstico favorável. Caso os pais não saibam como fazê-las, deverão entrar em contato o mais rápido possível com o Cirurgião-Dentista de sua confiança, informando-lhe sobre o que estão visualizando e as queixas do filho. Se possível enviar fotos da área comprometida.

Porém, antes de tudo, verificar se a criança está apresentando alguma alteração no comportamento. A presença de amnésia, inconsciência, sonolência, vômito ou dor de cabeça, são sinais de que essa criança necessita primeiro de cuidados médicos. A atitude dos pais ou acompanhantes nesse momento, é fundamental para acalmar a criança, favorecendo assim uma visualização e investigação do problema.

O traumatismo dentário pode provocar baixa autoestima nas crianças? É preciso salientar aos pais para não negligenciar o tratamento?

Dra. Ísis: Pelo traumatismo dental ser um evento agudo, o impacto psicossocial é muito grande por parte dos pacientes e dos pais. As sequelas deixadas são maiores no aspecto psicológico do que físico, com impacto na qualidade de vida do paciente. Pode levar a uma insegurança nas relações interpessoais das crianças e dos adolescentes, como também durante a mastigação. Então pais, atenção! Não meçam esforços para darem continuidade aos tratamentos e acompanhamentos nesta fase pois, as consultas periódicas para o acompanhamento dos traumatismos são tão importantes quanto o tratamento imediato das lesões traumáticas. Não faltem às revisões periódicas onde serão feitos exames clínicos e radiográficos.

Os acidentes com aparelhos ortodônticos nas crianças também aumentam durante o final de ano? 

Dra. Marcela: Sim, final de ano é época de férias e recessos escolares e as crianças em tratamentos ortodônticos e ou ortopédicos precisam tomar alguns cuidados especiais. Durante as férias as brincadeiras infantis e a prática de esportes radicais podem causar alguns traumatismos em usuários de aparelhos ortodônticos. Os acidentes são responsáveis por lesões normalmente leves, como ferimentos na boca, mas podem sim ir além e ferir drasticamente os dentes e comprometer a sustentação dos mesmos. Uma forma de proteger os dentes para aqueles que usam aparelho ortodôntico ou não, é a utilização de protetores bucais, eles irão defender os dentes de danos causados por impacto.

Quais os cuidados para evitar acidentes quando se usa um aparelho ortodôntico? 

Dra. Marcela: Acidentes podem acontecer a qualquer momento, mas enquanto estiver usando aparelho ortodôntico, é recomendado que o paciente evite os esportes radicais ou de contato, a fim de evitar possíveis traumas e fraturas nos dentes.

Traumas dentários impedem o tratamento ortodôntico nas crianças? Como os pais devem proceder em caso de trauma e dano ao aparelho? 

Dra. Marcela: É importante que todo traumatismo dentário prévio ou durante o tratamento ortodôntico seja relatado, pois a movimentação ortodôntica pode acelerar o processo de reabsorção dentária e, apesar de não ser contra indicado o tratamento ortodôntico de dentes traumatizados, existem alguns cuidados que devem ser tomados, como forças ortodônticas mais leves e acompanhamento radiográfico frequente. O ideal é que o primeiro atendimento pós-trauma seja realizado de forma imediata por um Cirurgião-Dentista.

O CRO-MG deseja que todas as crianças possam se divertir bastante aos finais de ano e, principalmente, de forma segura.